28 dezembro 2010

Clube Atlético Hermann Aichinger



O Clube Atlético Hermann Aichinger, ou simplismente Atlético Ibirama, é um clube de futebol da cidade de Ibirama, no estado de Santa Catarina. Fundado no dia 20 de setembro de 1951, é um time tradicional do estado, tendo como títulos mais importantes a conquista da Segunda Divisão do estado em 1993 e 2001.


O Clube Atlético Hermann Aichinger foi Fundado em 20 de setembro de 1951, sucedendo a Sociedade Desportiva Industrial organizada em julho de 1944 e que na ocasião estava há mais de 3 anos sem atividades, assim para representar a cidade em campeonatos. A reunião de fundação ocorreu no bar de Geraldo Stoll, e o clube teve Alberto Lessa como seu primeiro presidente.
Em março de 1955 foi adotado o nome Clube Atlético Hermann Aichinger, em homenagem ao patrono do clube, Hermann Aichinger, que doou o terreno onde fica o atual estádio, conhecido popularmente como Estádio da Baixada, também com o nome do proprietário.
A partir do ano de 1955 participa do Campeonato da 2ª Divisão da Liga Blumenauense de Desportos.  

Durante os anos 50 vários foram os jogos realizados pelo Clube Atlético de Ibirama, e dentre os adversários podemos citar o São Cristóvão-RJ, Novo Hamburgo-RS, Ferroviário-PR, Carlos Renaux e Paysandu de Brusque, Caxias e América de Joinville, Olímpico e Palmeiras de Blumenau, Avaí. Passaram e se destacaram no Clube diversos jogadores, como: Sagüi, Alceste Moser, Fanhô, Emílio Eberspächer, dentre outros.

O tradicional clube de Ibirama só se profissionalizou no longínquo 1993, onde disputou a Segunda Divisão de Santa Catarina, onde o primeiro jogo profissional foi no empate em 1 x 1 contra o Operário Manfrenses em Ibirama. O título veio na vitória contra o Hercílio Luz em casa pela contagem mínima. Para disputar a elite, o então presidente Genésio Ayres Marchetti constrói uma arquibancada coberta no estádio para 2 mil pessoas. O clube ficou em nono lugar no geral, vencendo o Criciúma por 2 vezes no torneio.


Disputou ainda o campeonato em 1995, mas por conta da grave crise financeira que assolava o clube, tiveram que fechar as portas, reativando o Atlético de Ibirama somente no ano de 2001, antes disso só competições amadoras eram disputadas.


Hermann Aichinger e Avaí pelo Catarinense


No mesmo ano se sagrou campeão da divisão inferior sob o comando técnico de Luiz Carlos Gasperim. Além disso manteve a lenda Mauro Ovelha e aumentou a capacidade de seu estádio para 5 mil pessoas. No ano o time fez uma campanha razoável.


Em 2004 – Vice-Campeão Catarinense da Série A1 e Vice-Campeão Estadual da Série A2. Disputou a Série C do Brasileiro, ficando entre as 16 melhores equipes. No ano seguinte disputou a Copa do Brasil pela primeira vez e foi vice novamente no território estadual. Disputou novamente a Copa do Brasil em 2006, obteve a 4ª colocação no Campeonato Catarinense da Divisão Principal (antiga Série A1). Disputando a Divisão Especial (antiga Série A2). Curiosamente o time disputou a primeira e segunda divisões no mesmo ano.

Em 2007 também fez boa campanha, ficando em terceiro lugar no torneio. Após campanhas medianas nos últimos anos, em 2010 mais uma vez o time de Ibirama se viu obrigado a pedir licença de competições profissionais pela falta de verbas. 



 Estádio lotado para um jogo do Atlético



Escudos Anteriores




Mascote

Capeta

O “Capeta” – que entrava em campo antes das partidas, vestido a caráter, e dava voltas ao redor do gramado com o mascote do time adversário “espetado” em seu garfo. E, num fato inusitado, ao ser entrevistado por uma Rádio que cobria o jogo e indagado sobre o que esperava da partida, o “Capeta” respondeu convicto: “Se Deus quiser vamos vencer o jogo”.


Estádio

 Estádio da Baixada

Nome: Estádio Hermann Aichinger
Local: Ibirama/SC
Capacidade: 5000 pessoas
Inauguração: 1955
Primeiro Gol:
Recorde de Público: 6022 pessoas, no jogo Atlético Ibirama 0 x 1 Criciúma, em 17 de abril de 2005
Propriedade: Clube Atlético Hermann Aichinger
Obs: Hermann Aichinger foi patrono do time e um dos fundadores, além de conseguir o terreno para a construção do estádio


Hino

 
 Autor: Loucos da Baixada
 
Na baixada do alto vale
Em qualquer outro lugar
A camisa atleticana
Faz o povo delirar
Atlético, atlético, nosso eterno campeão
Atlético, atlético, é todo seu meu coração
O orgulho de ibirama
É bravura é emoção
É o grito, da galera
Acendendo o caldeirão!
Atlético, atlético, nosso eterno campeão
Atlético, atlético, é todo seu meu coração
Seu passado eh glorioso
O presente é torcer
O futuro,
Uma certeza,
Atleticano até morrer
Atlético, atlético, nosso eterno campeão
Atlético, atlético, é todo seu meu coração (2x)

Link: http://mais.uol.com.br/view/l0gdej5wamck/hino-atletico-ibiramasc-040264E0B953E6?types=A&

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *