26 setembro 2010

Vitória Futebol Clube


O Vitória Futebol Clube é um dos maiores clubes profissionais do Espírito Santo, da cidade de mesmo nome, capital do estado. Fundado em 1° de outubro de 1912, é um dos mais tradicionais do estado, com 9 títulos capixabas, uma Copa ES (2009), uma Segunda Divisão (2009), uma Copa Presidente Park Chung-Hee (Coréia do Sul) em 1979, entre outros títulos menores. É conhecido como Alvianil, Águia e Bicolor.


Clubes de futebol surgiam por toda a parte, mas eram os clubes da juventude elitizada do Rio de Janeiro que alcançavam maior fama, como o Botafogo e o Fluminense. Este último, considerado pelos rapazes da época como um modelo pela sua organização e glamour, inspirava capixabas como Jair Tovar e Nelson Monteiro. No início da década de 1910, os dois estudavam no Rio de Janeiro e, ao retornarem a Vitória para suas férias, encantavam os amigos com relatos das partidas disputadas na então capital federal.Decidiram-se, então, por iniciar a prática do futebol no Espírito Santo, com a mesma pompa, organização e formalismo empregados por seus pares cariocas.Reuniram-se em um sobrado da rua São Francisco, pertencente à viúva Constança Espíndula, mãe de Constâncio e Taciano Espíndula, dois dos amigos que, até então, disputavam as suas peladas na rua Sete e no Alto do São Francisco.João Pereira Neto presidiu os trabalhos, que resultaram na fundação do primeiro clube de futebol do Estado. Concordaram em dar ao clube o nome da cidade que lhe serviria de sede. Aí nascia o Foot-Ball Club Victoria.

Fundadores: João Pereira Neto, João Nascimento, Armando Ayres, Graciano e Edgar dos Santos Neves, Névio Costa, Edgard e Pedro O’Reilly de Souza, Constâncio e Taciano Espíndula. Pereira Neto foi eleito o primeiro presidente; Nascimento e Costa, os dois tesoureiros; e Edgard O’Reilly, diretor de esportes.

Uma decisão importante ainda ficaria por se tomar, e não o seria sem debate: era preciso escolher as cores oficiais do clube. Consta que Armando Ayres, saldanhista, sugeriu que o vermelho e o branco fossem escolhidos. No entanto, os sócios que torciam pelo Álvares não concordaram. Acabou prevalecendo a sugestão de se adotar o azul e o branco, cores que representariam o céu de Vitória. Durante muitos anos, o clube não possuiu sede e nem patrimônio. As reuniões dos jogadores eram realizadas em espaços cedidos, como o galpão de Antenor Guimarães. Jogos de camisa, bolas, material de treinamento e outros pertences ficavam guardados de favor em residências de jogadores ou dirigentes.
 
Em 1920 o  Alvianil foi campeão capixaba pela primeira vez campeão capixaba, feito que se repetiria em 1932, 1933 , 1943 e 1950, sendo esse em cima do Cachoeiro, num 5 x 1 no Governador Bley. Nos anos 50 o clube conseguiu uma sede no bairro de Jardim América, em Cariacica, mas logo se retirou de lá. O governo no entanto doou um terreno para o clube na capital capixaba.

Há um fato na história do Alvianil que, se por um lado revela muito do caráter nobre do clube, por outro é motivo para lamentação na atualidade. Quando o Brasil entrou na Segunda Guerra Mundial, para combater ao lado dos aliados, foi realizada a Campanha do Metal. Tal campanha visava a auxiliar o país no esforço de guerra, uma vez que os recursos eram escassos. Foi assim que os dirigentes do clube doaram, na época, absolutamente todos os troféus que o clube havia ganho em sua história. Todo o passado do Vitória Futebol Clube acabou sendo derretido para a fabricação de canhões.

Vitória campeão 1950

Os anos 50 e 60 foram marcados como tempos de muitas glórias, títulos capixabas vieram nos anos de 1952, 1956, além do início da construção de seu maior sonho: o estádio Salvador Costa.

 Vitória campeão 1952

 Vitória campeão 1956

O Salvador Costa foi finalmente inaugurado no ano de 1967, numa partida contra o Botafogo, vencida pelo alvinegro carioca por 1 x 0.

Inauguração do Ninho da Águia

 O próximo título estadual do Vitória só viria em 1976, quando o time da capital se tornou campeão pela oitava vez em sua longa história no futebol. Também participou pela primeira vez da Série A no ano posterior, mas não fazendo uma campanha legal.

 Campeão de 1976

Em 1979 o clube ganhou seu primeiro título internacional: a Copa Presidente.
Campeão de 1979

A partir daí a Águia iniciou um grande período de ostracismo em sua história, não conquistando títulos importantes e perdendo espaço para os clubes do interior que vinham numa crescente nos anos 90, como o Colatina, Muniz Freire, Linhares, Guarapari, Ibiraçu, etc. Participou algumas vezes da Série C e Série B, mas as péssimas administrações não deixaram o clube ir adiante.

O clube saiu da fila de títulos somente em 2006, 30 anos após o último título, quando bateu o Estrela do Norte na decisão. Edivaldo, Hércules e Mineiro foram os destaques do clube no estadual com 5 gols cada.

Vitória campeão capixaba de 2006

Em 2007 o clube deixou a boa fase e amargou o rebaixamento no estadual, assim como o Estrela do Norte, clube que decidiu o estadual com o Vitória no ano anterior.  Em 2008 chegou até ás semifinais da segundona, mas foi eliminado pelo São Mateus. Na Copa do Brasil chegou a vencer o Ipatinga em Vitória, mas acabou eliminado pelo Tigre do Vale do Aço.

Em 2009 conseguiu o título do torneio, num campeonato muito ruim, onde tinham 3 equipes, sendo que 2 subiam. No mesmo ano conquistou a Copa ES em cima do arquirrival Rio Branco no Engenheiro Araripe, conquistando vaga novamente para a Copa do Brasil.

Vitória campeão de 2009

Em 2010 o clube alvianil disputou a Copa do Brasil, mas logo foi eliminado pelo Bahia, ainda no primeiro jogo no Espírito Santo. No Capixaba fez uma grande campanha, mas sucumbiu diante a força do Rio Branco na final, assim o clube capa-preta foi campeão após 25 anos sem nenhum título.


Escudos Anteriores



Mascote

 Águia


Estádio



Ninho das Águias
Nome: Estádio Salvador Venâncio da Costa
Local: Vitória/ES
Capacidade: 5000 pessoas
Inauguração: 02/04/1967, no jogo entre Vitória 0 x 1 Botafogo
Primeiro Gol: 
Recorde de Público: 7000 pessoas, no jogo Vitória 3 x 1 Estrela do Norte, no dia 09 de março de 2006
Propriedade: Vitória Futebol Clube
Obs: Salvador Venâncio da Costa foi um dos principais presidentes do Vitória e um dos responsáveis pela construção do estádio de propriedade do alvianil.


Hino
Autor: Carlos Bona

Vamos juntos, Vitória
Juntos vamos jogar
Visto a sua camisa
Por me orgulhar
O meu sangue é azul
Carrego a paz no meu peito
Meu Deus, me dê o direito
De sempre com você ficar

Vitória, Vitória, Vitória
Clube de minha devoção
Águia azul sobrevoa
Meu sonho, minha emoção
Vitória, Vitória, Vitória
Campeão, sempre, sempre campeão
Suas cores, no céu elas moram
E você vive em meu coração
Suas cores, no céu elas moram
E você vive em meu coração

Mil, novecentos e doze
Um ano de esplendor
Nasceu com força e garra
A águia bicolor
Erguendo esta bandeira
Me sinto mais feliz
Torcer por esse time
Foi o que eu sempre quis

Avante, alvianil
Pra mim você é o maior do Brasil
Avante, alvianil
Pra mim você é o maior do Brasil

Vitória, Vitória, Vitória
Clube de minha devoção
Águia azul sobrevoa
Meu sonho, minha emoção
Vitória, Vitória, Vitória
Campeão, sempre, sempre campeão
Suas cores, no céu elas moram
E você vive em meu coração
Suas cores, no céu elas moram
E você vive em meu coração

Link: http://www.youtube.com/watch?v=ADsnJ92xRnk





















0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *