10 abril 2010

Esporte Clube Passo Fundo



O Esporte Clube Passo Fundo é um clube de futebol da cidade de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. Fundado no dia 10 de janeiro de 1986, é um dos principais clubes da cidade, disputando vários anos a primeira divisão do estado. Nos dias atuais disputa a divisão de acesso.

O Clube 14 de Julho que disputava a segunda divisão não tinha feito um bom campeonato e ameaçava pedir licença. O Sport Clube Gaúcho havia sido rebaixado para a segunda divisão. Com a crise instalada nos dois clubes iniciou-se um movimento com o apoio do Poder Público, através do Prefeito Fernando Machado Carrion, para tratar da fusão como única maneira do futebol continuar em Passo Fundo. No dia 10 de janeiro, com a presença de dirigentes do 14 de Julho e do Gaúcho, no plenário da Câmara de Vereadores foi fundado o Esporte Clube Passo Fundo. A fusão entre as duas agremiações acontecia na parte do futebol, não envolvendo o patrimônio do 14 de Julho e nem do Gaúcho.

A equipe formada pela direção do Esporte Clube Passo Fundo, para disputar o campeonato da Segunda divisão teve como primeiro técnico Raul Tagliari, que deixou o clube ainda na primeira fase, foi substituído por Altino Nascimento e depois Paulo Sérgio Poletto. Na equipe formada, um jogador se transformaria em grande ídolo da torcida do Passo Fundo. Cláudio Freitas, goleador do campeonato e jogador decisivo na campanha comandada por Poletto que classificou o Passo Fundo para a primeira divisão, num empate em zero a zero com o São José em Porto Alegre.

O Esporte Clube Passo Fundo estreou no campeonato da primeira divisão em 1987 conseguindo se manter na elite.

Em 1989, sob o comando de Geraldo Duarte e com jogadores como Ademar, Édison Mineiro, Tim, Cláudio Freitas, Luiz Freire, Cabrinha, Jarbas e Édison Lima, que fez a melhor campanha, terminando em 5º lugar no Campeonato Gaúcho.

Em 1994 acabou voltando para a segunda divisão do Rio Grande do Sul.

Time do Passo Fundo

Em 1998 o Tricolor do Planalto voltou a conseguir o acesso á elite do estado sob o comando de Eugênio Silva.

Em 1998, o Gaúcho desistiu da fusão e voltou ao profissionalismo. Passo Fundo passou então a contar com apoio apenas do 14 de Julho.

Em 1999 chegou a segunda fase do campeonato, mas não se classificou, ficando em terceiro lugar entre 4 equipes no grupo.

No ano 2000 não fez uma campanha ruim, mas o ano ficou marcado pelo recorde de público do estádio Vermelhão da Serra, com mais de 18 mil espectadores no jogo contra o Grêmio, em que o Passo Fundo perdeu por 2 x 1. O artilheiro do clube foi Felipe, que depois jogaria em alto nível pelo Náutico e Goiás.

Em 2001 passou por uma nova experiência em sua história, disputando a Série C. Porém o clube foi eliminado precocemente da competição. Em 2002 correu risco de se licenciar, mas acabou disputando o Gauchão.

No ano de 2004 mudou de escudo e aboliu o verde do uniforme, por conta do agora rival Gaúcho.

Em 2005 teve de novo o artilheiro da competição e novamente Felipe.
Felipe com a camisa do Passo Fundo

Em 2006 quando comemorava seus 20 anos de existência acabou rebaixado para a segunda divisão gaúcha ao perder para o Gaúcho por 2 x 0.

Equipe de 2006 na partida contra o Gaúcho, pela abertura da competição

Com a falta de dinheiro, o time se licenciou em 2007, voltando suas atenções para as categorias de base e viu o seu rival Gaúcho ser rebaixado e ter seu patrimônio liquidado judicialmente. No mesmo ano anuncia a volta do verde ao uniforme.

O time voltou em 2008 comandado pelo treinador uruguaio Atílio Ancheta, zagueiro de destaque
do Grêmio nos anos 70. O clube fez uma campanha fraca, não conseguindo passar de fase.

Em 2009 se licenciou das competições profissionais, retornando na Série B de 2010.



Escudos Antigos




Estádio

Vermelhão da Serra

Nome: Estádio Vermelhão da Serra
Local: Passo Fundo/RS
Capacidade: 20000 pessoas
Inauguração: 19 de Fevereiro de 1969, 14 de Julho 2 x 0 Aimoré
Primeiro Gol:
Recorde de Público: 18.350 pessoas, Passo Fundo 1 x 2 Grêmio, no dia 20 de maio de 2000.
Propriedade: Esporte Clube Passo Fundo


Hino

Letra: Selvino Adair Ferrão
Música: Romário Gaúcho

Salve Esporte Clube Passo Fundo
O clube do nosso coração
As suas cores alvirrubra são o símbolo
De seu majestoso estádio vermelhão
Nasceste da força e da conquista
E de tantos outros feitos tão profundos
Numa terra em que o cantor Teixeirinha
Divulgou sempre cantando pelo mundo.

És orgulho da nação passofundense
Planalto Médio de onde és oriundo
Estaremos sempre sempre com você
Avante meu querido Passo Fundo

Da cidade herdas o teu nome
És aclamado pelo povo a uma só voz
A torcida te proclama, ó Passo Fundo
Clube querido e amado por todos nós
Deixastes no campo da luta
O seu grande nome gravado na história
O teu presente traz a glória do passado
E o futuro segue o rumo da vitória

És orgulho da nação passofundense
Planalto Médio de onde és oriundo
Estaremos sempre sempre com você
Avante meu querido Passo Fundo

Link: http://www.youtube.com/watch?v=Fkg643QYM8A&feature=related

1 comentários:

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *