27 fevereiro 2010

Sociedade Esportiva Matonense


A Sociedade Esportiva Matonense é um clube de futebol tradicional do interior paulista, mais precisamente da cidade de Matão. Foi fundado no dia 24 de maio de 1976, possui o azul e branco como cores. Ficou conhecido nacionalmente após os vários acessos que conseguiu nos anos 90, porém hoje em dia tenta superar uma fase difícil.



O futebol sempre foi uma atração na pequena cidade do interior paulista, quando em 1976 um grupo de esportistas matonenses, viviam um momento de preocupação, já que a Sociedade Esportiva Bambozzi (Bambozzi é o nome de uma indústria que patrocinava o time) ganhou o campeonato amador de São Paulo e conseguiu vaga na segunda divisão. A empresa se preocupava, pois iria gastar muito com o futebol profissional.

Bambozzi campeão em 1975


Mas liderados pelo prefeito da cidade, Celso de Barros Perches, os esportistas de Matão não queriam perder essa oportunidade e com uma reunião no Sindicato dos Metalúrgicos decidiram fundar um novo time. Então no dia 24 de maio fundaram a Sociedade Esportiva Matonense, representando a cidade no futebol profissional. O primeiro presidente foi Horácio Caires.

Horácio Caires, primeiro presidente do clube

Os jogadores da Matonense eram mais os jogadores da cidade, que trabalhavam nas indústrias. Só recebiam ''bichos'' os jogadores de fora. A prefeitura cedeu o Estádio Hudson Buck Ferreira, com capacidade para 1000 pessoas e ajudava no transporte.

Matonense em 1976


Matonense em 1978

Em 1979 uma vitória marcou a Matonense na quarta divisão, quando venceu o Fernandópolis na casa deles por 2 x 1, sendo que os diretores do FFC tinham comprado foguetes para comemorar, mas depois a direção da SEMA comprou deles os foguetes e os soltou na madrugada do dia 6 de setembro.

Como dito, os jogadores tinham transportes, mas os ônibus eram desconfortáveis. Nessa jogada a diretoria fretou um outro ônibus. Já o motorista da prefeitura e torcedor, Valdir Leonardo Falconi, conhecido como Jim, não concordava com a postura e foi com seu velho ônibus para Ilha Solteira, onde teria jogo da SEMA. No meio do caminho houve problema no ônibus do time da Matonense. Os jogadores estavam desesperados, já que o jogo ocorreria ás 15:00, mas ''Jim'' apareceu lá no posto e levou os jogadores até a partida contra a Ilha Solteira.

Com as mudanças da FPF nas divisões de SP, o Matonense foi para a terceira divisão. Para ganhar torcida teve como aliados o jornal ''A Comarca'' e a rádio local. Sempre divulgando a SEMA, o time começou a ter média de 300, 400 pessoas por jogo em casa.

Em 1985 ficou na lanterna de seu grupo. Nos anos 80 continuava na terceirona fazendo campanhas médias e fracas.

Em 1987 assume o presidente Antonio Aparecido Galli, que era da área de vendas de uma empresa de materiais esportivos, com experiência em Marketing. Na gestão, reestruturou a diretoria, o time passou a treinar em 2 períodos e contratação de jogadores de primeira e segunda divisão de São Paulo. No mesmo ano a SEMA acaba vencendo a terceira divisão de São Paulo e vice do Torneio da Amizade. A cidade ia no ritmo, lotando o então pequeno estádio da cidade.

Matonense em 1987

Em pé: Galli, Chicão, Luiz Giliolli, Noriva, Aluizio, Bruce, Beto Sales, Gonçalves, Bessi, Lucio Mangabeira, Veneno e Nelson Martins.
Agachados: Cidão, Paulito, Vagner, Nandinho, Djalma, Preto, Marcão, Téia e Alexandre Galvão.


Com o título, a Matonense teve direito de disputar a segunda divisão de 1988, campeonato muito mais forte. Em 1990 o time conseguiu ser vice do Grupo E, garantindo vaga na divisão intermediária de 1991. O time crescia, mas os gastos também, mas não foi capaz de acabar com a euforia da cidade e diretores.

Antonio Aparecido Galli

No ano de 1991 o time foi campeão do Torneio Inicio da Intermediária, realizado em Matão e que contou com equipes como Araçatuba, Botafogo de Ribeirão Preto e Ferroviária de Araraquara. O nome de Matão e de seu time de futebol começava a ser divulgado no Brasil inteiro, com a primeira transmissão de um jogo de futebol, ao vivo pela TV Bandeirantes, diretamente da cidade. A média dos torcedores nos jogos em Matão, agora, já ficava em torno de cinco a seis mil pagantes. A capacidade do Estádio precisou ser ampliada.

Em 1994, o Congresso Nacional aprova a ''Lei Zico'', permitindo a realização de bingos pelos clubes de futebol. Galli aproveitou esse idéia e com o resultado desses bingos a Diretoria pagou dívidas e deu ao time uma estrutura. Construiu a Casa do Atleta com capacidade para alojar 64 jogadores e adquiriu um ônibus para 45 lugares, com o conforto de geladeira, video-cassete e banheiro a bordo. Assumiu o Estádio "Hudson Buck Ferreira", cedido em comodato ao time por 30 anos, ampliando a capacidade de 9 para 15 mil lugares, com recursos próprios. Também investiu em jogadores como Táxi, Daniel, Márcio, Deci, Moisés, etc. A partir daí se iniciava famosa arrancada da Matonense.

Foi campeão da Série B-1 em 1995 e da Série A-3 em 1996, indo para a Série A-2. Em 1996 conseguiu o acesso empatando com o Corinthians de Prudente por 0 x 0, resistindo a pressão das 40 mil pessoas presentes ao Prudentão. O time prudentino também conseguiu o acesso.

Time campeão em 1995

Campeões de 1996

Faltando pouco tempo para o início da Série A-2, a SEMA conseguiu patrocínios e o técnico Brida. O time foi avassalador, liderando no seu grupo, vencendo vários duelos, inclusive vencendo o XV de Jaú no Zezinho Magalhães por 3 x 1, que teve transmissão da TV Bandeirantes. O sonho estava virando realidade, o time estava no quadrangular decisivo, juntamente com Santo André, Novorizontino e Ituano.

No dia 20 de julho, a Matonense goleia o Santo André em casa por 4 x 2, com mais de 14 mil pessoas no Hudson Buck Ferreira, fazendo com que o time ascendesse a divisão principal. O clube também foi campeão do torneio, mexendo com a cidade inteira. Um dos fundadores do clube, Álvaro Arroyo sempre dizia que queria ver o time na divisão principal de São Paulo.

Partida contra o Ituano

Matonense na Série A-2 de 1997

Torcida comemora o acesso a elite paulista
Recorde de público do estádio

A estréia na elite foi contra o Guarani, no Hudson Buck Ferreira, empatando em 1 x 1. Ao final, o time acabou se classificando para a segunda fase e escapando do temido rebaixamento. Não se classificou para as semifinais, porém teve vitórias marcantes em seu estádio contra o São Paulo (2 x 0) e Santos (1 x 0), coroando a boa campanha da equipe. Disputou a Série C do mesmo ano, porém acabou eliminado na primeira fase.

SEMA 1 X 1 Guarani em 1998

Vitória heróica sobre o São Paulo em 1998

MATONENSE - Time que enfrentou a Portuguesa, de Evair e Zagallo, pelo Paulistão de 1998. Em pé, da esquerda para a direita: Sandro (preparador de goleiros), Júlio César, Dobrada, Paulo César, Fernando, Dorival Júnior (ex-técnico do Vasco e atual técnico do Santos) e Zé Roberto de Oliveira; agachados: Marcelo Santos, Márcio Carioca, Marcelinho, Marquinhos Bolacha, Moysés e Da Bahia

Em 1999 novamente se classificou para a segunda fase, porém ficou na lanterna do grupo.

Matonense em 1999

Em 2000 conquistou um honroso 7° lugar na classificação e em 2001 conseguiu escapar do rebaixamento. O mesmo não conseguiu se evitar em 2002, quando foi o único clube a ser rebaixado na competição. Inciava-se aí o processo de declínio da Matonense, principalmente com a falta de verbas.

Matonense em 2000

Em 2003 foi valente na busca pelo retorno a elite do futebol paulista, mas foi eliminado nas semifinais pelo Oeste de Itápolis, no ano se encerra o ciclo de Antonio Aparecido Galli na presidência do clube.

Resistiu na A-2 até 2005, quando foi rebaixado junto com o Flamengo de Guarulhos.

Matonense em 2005


2006 o time volta a decepcionar, rebaixando para a última divisão de São Paulo, sendo nem de longe o time que encantou o país nos anos 90.

Matonense 0 x 5 Osvaldo Cruz em 2006
Créditos: Blog Jogos Perdidos

Se licenciou em 2008, mas o time hoje em dia continua nessa mesma divisão, mesmo com alguns riscos de fechar as portas e a falta de dinheiro e incentivo. Um time de tantas glórias como a Águia Azul merece mais do que uma Segunda Divisão Paulista.


Escudos Anteriores



De 1976


De 1977 a 1986
Obs: o escudo atual passou a ser utilizado em 1987


Mascote

Águia Azul


Estádio

Hudson Buck Ferreira

Nome: Estádio Doutor Hudson Buck Ferreira
Local: Matão/SP
Capacidade: 13.756 pessoas
Inauguração: 13/06/1940 - Padilha 1 x 1 Santa Cruz
Primeiro Gol: Milton, do Padilha
Recorde de público: 14.483 pessoas, Matonense 4 x 2 Santo André, 20/07/1997
Propriedade: Prefeitura Municipal de Matão
Obs: Hudson Buck Ferreira foi presidente da Câmara Municipal de Matão de 1948 até 1951.


Hino

Autor: Desconhecido

Adoro a Matonense
Adoro a Matonense
Eu juro eu sou fiel a minha Matonense

Eu amo essa bandeira
Não canso de falar
Matonense tu és grande
No esporte igual não há
Azul e branco são as suas cores
E quem te ama não tem desamores

Link: http://mais.uol.com.br/view/959n2d2k2gin/hino-matonensesp-04023562CC915346?types=A&

16 comentários:

  1. matonence e eterna nunca se acaba

    ResponderExcluir
  2. sou de curiuva pr e torço muito pela matonence

    ResponderExcluir
  3. vamo vamo semaa
    eu acredito em vc ainda matonense

    ResponderExcluir
  4. sema està na hora da volta por cima e subir de divisão.

    ResponderExcluir
  5. Vamo SEMA , Acredito em vc , VVOLTA GALLI

    ResponderExcluir
  6. so da garra azul faz 16 anos torco pela matonense obrigado por esitir sema te\amo nene garra azul

    ResponderExcluir
  7. não é hora de aproveitar os nossos jogadores do nosso amador,que jogaram com amor verdadeiro a nossa SEMA....valeu força SEMA!!!!!!!!!!!!Pedro matao

    ResponderExcluir
  8. quero que olhe mais pela categoria de base sub 15

    ResponderExcluir
  9. matonense e guarra e tudo vamos dar valor

    ResponderExcluir
  10. renato domingos cardosp16 de janeiro de 2013 10:53

    amo esse time vai matonense

    ResponderExcluir
  11. sou de matão, um radialista postou em um site da cidade que o Galli ira novamente assumir esse belo time

    ResponderExcluir
  12. Ola sou de Sao jose do Rio Preto SP
    Sou jogador e estou sem clube para jogar
    Gostaria muito de poder ajudar a matonense a subir
    meu nome e Nilson Henrique martins
    tenho 23 anos tenho 1,78 altura 80 kG
    sou Meia atacante tenho bom passe principal bola parada
    tel: (017) 9128 - 8662 ou ( 017 ) 3218 - 4919

    ResponderExcluir
  13. 20/3/2013 16:20
    Olá de São Paulo,sou jogador de football ,participei de peneiras de Santos,Corinthias,e Portuguesa,os motivos pelos quais não consegui ficar,foi o financeiro,joguei pelo Sesi 3 anos,2 anos noArmênia de Mairiporã,e no ultimo ano no São Paulo futsal clube,meu nome é: João Gabriel Aguilar Luizi tenho 20 anos,1,77 altura e 75 kg,tenho boas qualidades no arremate e no passe...tel: 11-2642-9523 ou (11)970818773

    ResponderExcluir
  14. sim, o grupo de empresarios se chamam gam (grupo de apoio a matonense), liderados pelo galli

    ResponderExcluir
  15. vamoss matonense voltar ate bom momntos

    ResponderExcluir
  16. Vamos Matonense, vamos voltar a elite, ainda espero ver esse time na libertadores e campeão mundial de clubes, vamos q nós somos grandes e não podemos continha recebido nessa situação, avante águia azul

    ResponderExcluir

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *