30 janeiro 2010

Sociedade Esportiva Palmeiras


A Sociedade Esportiva Palmeiras é um clube poliesportivo brasileiro da cidade de São Paulo, capital do estado com o mesmo nome. Sua fundação ocorreu ao dia 26 de agosto de 1914 e é um dos maiores e mais importantes clubes do futebol brasileiro, sendo chamado muitas vezes de ''academia de futebol'' pelos grandes times que teve ao longo dos anos. É também considerada a equipe brasileira com o mais títulos, chamado de campeão do século XX e tem uma das maiores torcidas do Brasil, várias pesquisas apontam como a 4ª maior do país.

A história do Palmeiras começa no dia 26 de agosto de 1914, quando foi fundado com o nome de Societá Sportiva Palestra Itália por imigrantes italianos no Salão Alhambra, na atual Rua do Riachuelo, e na presença de 46 interessados, liderados por Luigi Marzo e Luigi Cervo, e lá Ezequiel Simone foi eleito o primeiro presidente.

A primeira partida do Palestra Itália foi no dia 2 de janeiro de 1915 em Votorantim, quando venceu o Savóia por 2x0, com gols de Bianco e Alegretti, e também ganhou a Taça Savóia. A cruz de savóia foi o primeiro distintivo usado pelo Palestra em 1915.

Primeiro time do Palestra, em 1915

No começo de 1916 entrou para a APEA (Associação Paulista de Esportes Atléticos), que tinha os maiores clubes de São Paulo, já que a liga passava dificuldades pela desativação do estádio Velódromo. Os dirigentes palestrinos articularam um apoio das Indústrias Matarazzo, para remover e transportar as arquibancadas do Velódromo para a Chácara da Floresta e com isso ingressaram na liga. A estréia foi contra o Mackenzie, empatando em 1 x 1.
Palestra Itália em 1916

1917 há mudança de escudo, saindo a cruz de savóia e entrando as inicias P e I de Palestra Itália. O time é vice campeão na liga e tem sua primeira partida contra o que seria seu maior rival, o Corinthians, tendo vitórias de 3 x 0 e 3 x 1.
Palestra em 1917

Em 1919 acaba por ser vice campeão novamente, perdendo para a potência da época, o Paulistano.

Palestra Itália vice em 1919
Créditos: http://palestrinos.sites.uol.com.br/

Em 26 de abril de 1920 o Palmeiras adquire o campo do Parque da Antárctica, antes pertencente a Companhia Antarctica Paulista, tendo assim seu estádio próprio para mandar seus jogos.

Parque Antárctica em 1920

No mesmo ano o Palestra venceu o Paulistano na final e conquistou seu primeiro título paulista.

Palmeiras Campeão 1920


Em 1926 o Palestra consegue novamente o título em São Paulo, vencendo as 9 partidas disputadas, após ser vice em 1921 até 1923, tendo Heitor como artilheiro, com 18 gols, que viria a ser o maior artilheiro da história do clube.

Campeão 1926

Em 1932 vence as 11 partidas disputadas no campeonato paulista e é campeão pela terceira vez.

Palestra campeão 1932
Créditos: Campeão em 1932
Créditos: http://palestrinos.sites.uol.com.br/

Em 1933 é um ano de realizações do Palestra, sendo bicampeão paulista, campeão do Rio-São Paulo e inaugurando o estádio Palestra Itália o maior de São Paulo e com concreto.

Palestra em 1933

Em 1934 o clube consegue o inédito tricampeonato em São Paulo.

Campeão 1934
Créditos: http://palestrinos.sites.uol.com.br/

Em 1935 e 1936 o clube fez excursões em outros países.

Em 1940 o Palestra inaugura o estádio do Pacaembú vencendo o Coritiba por 6 x 2.

Pelo fato da Itália fazer parte dos países do Eixo na II Guerra Mundial e o Brasil ter rompido relações com esses países, no dia 14 de setembro de 1942 foi decretada a mudança de nome para Sociedade Esportiva Palmeiras, em homagem ao desativado clube Associação Atlética das Palmeiras, com o qual tinha boas relações.

Palmeiras em 1942

O primeiro título com o novo nome foi em 1944, vencendo mais uma vez o paulistão. 1947 mais uma vez mostra sua força em São Paulo, vencendo o torneio novamente.

Palmeiras campeão 1944
Créditos: http://palestrinos.sites.uol.com.br/

Campeão em 1947


Em 1951 o Palmeiras conquista um título internacional: a Copa Rio. A final foi contra a Juventus, que não foi párea para o grande time alviverde da época, sendo que para muitos palmeirenses esse é um título mundial do clube, sendo que anos depois a FIFA reconhecer o título, mas logo depois voltou atrás.

Palmeiras de 1951

Em 1960 o Palmeiras ganha seu primeiro título nacional, a Taça Brasil, massacrando na final o Fortaleza por 8 x 2, tendo direito a disputar também sua primeira Libertadores no ano seguinte.

Campeão do Brasil em 1960

O Palmeiras estreou na Libertadores fazendo uma grande campanha, eliminou dois Independientes (o argentino e o colombiano) e chegou na final contra o grande time do Peñarol, mas acabou por perder o título, mesmo assim mostrou a potência daquele time que viria a ser conhecido como academia nos anos posteriores.

1963 conquistou mais um título paulista e o ano de 1965 foi marcado pelo Palmeiras entrar em campo com a camisa da Seleção Brasileira e vence o Uruguai por 3 x 0 no Mineirão, com gols de Julinho Botelho, Tupãzinho e Rinaldo.

Palmeiras representando o Brasil em 1965

Mais uma vez fazendo jus ao apelido de ''academia'', o elenco palmeirense, que tinha vários craques, entre eles o grande Ademir da Guia, que seria eternizado como um grande ídolo palmeirense, se não o maior de todos, e o Palmeiras foi campeão em 1966 de São Paulo em cima do Santos de Pelé. No ano de 1967 o Palmeiras é campeão da Taça Brasil e Robertão, já em 1968 é vice novamente da Taça Libertadores, dessa vez para o Estudiantes de La Plata.

Mais uma foto do time nos anos 60


Anos 70 começaram e mais glórias vieram com uma outra excelente equipe de futebol, com destaque para Ademir da Guia, Leão, Luís Pereira, Leivinha, Dudu entre outros grandes jogadores.

Em 1972 o Palmeiras é campeão de tudo que disputou, sendo campeão paulista e também pela primeira vez do Campeonato Brasileiro, e na final empatando o único jogo com o Botafogo, após brilhante campanha, ratificando o seu poder no país.

Palmeiras campeão 1972

Em 1973 o bicampeonato brasileiro, num quadrangular final disputado por Internacional, Cruzeiro e São Paulo, sendo que o título foi em cima do rival do Morumbi, levando ao delírio mais uma vez os palmeirenses.

Palmeiras campeão 1973

Em 1974 o Palmeiras venceu o paulistão e aumentou a fila de anos sem títulos do Corinthians.

Em 1976 o Palmeiras vence de novo o paulistão, e em 1978 novamente disputa o título brasileiro, mas perde para o Guarani de Campinas, do atacante Careca.

Os anos 80 foram marcados como um período de vacas magras na história do clube, perdendo finais do paulistão, fazendo campanhas medianas em outras competições, sendo nem de longe o time dos anos 60 e 70. Em 1986 perde a final para a Inter de Limeira.

Palmeiras na década de 80

A história do Palmeiras começou a mudar pra melhor nos anos 90, assinando uma parceria com a multinacional Parmalat e contando com jogadores como Evair, Zinho, César Sampaio, Roberto Carlos, entre outros, o time encerrou seu jejum em 1993, quando foi campeão do Torneio Rio-São Paulo, e no Brasileirão acaba faturando o seu terceiro título, passando num quadrangular complicado e batendo o Vitória na final, vencendo na Bahia e em São Paulo.

Palmeiras campeão 1993
Créditos: http://palestrinos.sites.uol.com.br/

Em 1994 mais um título paulista e o quarto título brasileiro, sendo dois consecutivos, vencendo na final o rival Corinthians e mostrando sempre bom futebol no campeonato com o seu esquadrão, comandado por Luxemburgo.

Campeão Brasileiro 1994

O ano de 1995 foi marcado por 2 jogos contra o Grêmio pelas quartas da Libertadores do mesmo ano, quando perdeu de 5 x 0 para o tricolor em Porto Alegre e por poucou não se classificou, vencendo o Grêmio por 5 x 1 no Palestra Itália, mostrando grande poder de reação.

Em 1996 o time comandado novamente por Vanderlei Luxemburgo deu mais um show no campeonato paulista, sendo novamente campeão e com o melhor ataque disparado da competição, com incríveis 102 gols, em um time mais recheado de craques, como Djalminha, Cafú, Rivaldo. Chega a final da Copa do Brasil, mas perde a decisão em casa para o Cruzeiro.

Palmeiras de 1996

Em 1997 chega a final do Brasileirão, mas perde para o Vasco da Gama a decisão, empatando 2 jogos.

1998 o Palmeiras é campeão duas vezes em cima do Cruzeiro, uma na Copa Mercosul e outra na histórica vitória sobre o Cruzeiro na Copa do Brasil com gol de Oséas.

Com a conquista da Copa do Brasil, o verdão garantiu vaga na Libertadores de 1999, eliminando times como Vasco da Gama, o Corinthians nos pênaltis e nas semifinais o temido River Plate, golenado no Palestra Itália por 3 x 0. Na grande final o Palmeiras perde de 1 x 0 para o Deportivo Cali na Colômbia, mas vence por 2 x 1 no Palestra Itália lotado, e nos pênaltis o Palmeiras vence por 3 x 1 e conquista a Libertadores da América, se destacando o goleiro Marcos, que fez brilhantes defesas, principalmente em pênaltis.

Palmeiras campeão da Liberadores de 1999

Outro jogo marcante foi na Copa do Brasil, onde eliminou o Flamengo vencendo por 4 x 2 em um jogo eletrizante no Palestra Itália, sendo eliminado depois pelo Botafogo.

Em 1999 o time também vai pela primeira vez na história disputar o Mundial Interclubes, mas acaba perdendo por 1 x 0 para o Manchester United e ficando com o vice campeonato.

Na Libertadores de 2000 o Palmeiras elimina nas semifinais novamente o rival Corinthians nos pênaltis, mas acaba por perder também nos pênaltis a decisão para o Boca Juniors.

O ano de 2002 foi trágico para o porco, sendo eliminado pelo até então desconhecido Asa de Arapiraca da Copa do Brasil e não chegando as finais do Paulistão. No Brasileiro mesmo tendo um bom elenco no papel, na prática foi um horror, sendo rebaixado para a Série B, após perder para o Vitória em Salvador por 4 x 3, encerrando os tempos de glórias no Palestra Itália.

O ano de 2003 começou ruim para o porco, eliminado nas oitavas pelo Vitória, perdendo de 7 x 2 em casa, causando a ira de seus torcedores.

Na Série B de 2003 acaba mostrando sua superioridade técnica e financeira em relação aos adversários e conquista com folga a Série B, subindo juntamente com o Botafogo para a elite do futebol brasileiro, revelando o jovem atacante Vágner Love.

Palmeiras campeão em 2003
Créditos: http://palestrinos.sites.uol.com.br/

Em 2004 volta bem ao Brasileirão e consegue se classificar a Libertadores de 2005, após uma 4ª colocação no campeonato nacional, mas na Libertadores do ano seguinte é eliminado pelo rival São Paulo.

O Palmeiras não se abateu e buscou novamente a classificação para a Libertadores de 2005, ficando novamente em 4º lugar e na Libertadores do ano de 2006 foi eliminado novamente pelo São Paulo, onde ficou marcado por um grande erro da arbitragem, dando um pênalti inexistente para o tricolor. No mesmo ano o time travou uma luta contra o rebaixamento, na qual acabou escapando por pouco, levando goleadas no campeonato.

Em 2007 mais uma vez o clube vem com um elenco modesto, é eliminado na Copa do Brasil pelo Ipatinga e faz uma boa campanha no Brasileirão, porém na última rodada perde em casa para o Atlético-MG por 3 x 1 e fica de fora da libertadores, o que restou para comemorar foi o rebaixamento do Corinthians.

Palmeiras x Atlético-MG em 2007

No ano seguinte o Palmeiras comandado por Vanderlei Luxemburgo e com uma parceria com a Traffic consegue sair da fila, sendo campeão paulista, batendo na final a Ponte Preta. Na Copa do Brasil é eliminado pelo Sport e no Brasileirão se manteve na parte superior da tabela e acabou por se classificar a Libertadores.

Palmeiras campeão 2008

Em 2009 o clube conta com a parceria da Traffic, com bons jogadores, como Diego Souza, Keirrison, Cleiton Xavier, mas o time acabou eliminado da Libertadores pelo Nacional-URU e teve um início avassalador no Brasileirão, liderando em várias rodadas, mas começou a cair e ficou de fora até da Libertadores.

Keirrison e Diego Souza, alguns destaques de 2009


Escudos Antigos

Obs: tem o atual escudo também nessa imagem.


Mascote

Periquito

Obs: o Periquito foi escolhido como mascote por terem vários deles na região do Palestra Itália.

Porco

Obs: O Porco que era cantado pela torcida corintianas pejorativamente em relação aos italianos, pois, em 1969 durante o Torneio Roberto Gomes Pedrosa, faleceram em acidente automobilístico, na marginal Tietê, dois atletas desta agremiação, Lidú e Eduardo. A data de inscrição de atletas já havia terminado. Só por unanimidade dos participantes do torneio poderiam inscrever mais jogadores. O Palmeiras foi voz discordante às pretensões do time da marginal. O diretor de futebol Sr. José Gimenez Lopes, o Espanhol, foi representante do Palmeiras na reunião do conselho arbitral. Desde então, a torcida corintiana nos chama de Porco - com apoio na época, do jornal Notícias Populares. Até que em 1986 um "iluminado" diretor de marketing do Palmeiras, João Roberto Gobbato, resolveu assumir o porco e desde então, passou a ser o mascote da torcida. Crédito: http://palestrinos.sites.uol.com.br


Estádio

Parque Antárctica

Nome: Estádio Palestra Itália
Local: São Paulo/SP
Capacidade: 29.876 pessoas
Inauguração: 03/05/1902, Mackenzie 2 x 1 Germânia (campo)
Primeiro gol: Eppinagus, Mackenzie
Reinauguração: 13/08/1933, Palestra Itália 6 x 0 Bangu
Primeiro gol após reinauguração: Gabardo, Palestra Itália
Recorde de Público: 40.283 pessoas, Palmeiras 1 x 0 XV de Piracicaba, 18/08/1976
Propriedade: Sociedade Esportiva Palmeiras

Hino

Composição: Gennaro Rodrigues

Quando surge o alviverde imponente
No gramado em que a luta o aguarda,
Sabe bem o que vem pela frente.
Que a dureza do prélio não tarda!

E o Palmeiras no ardor da partida,
Transformando a lealdade em padrão.
Sabe sempre levar de vencida
E mostrar que, de fato, é campeão!

Defesa que ninguém passa.
Linha atacante de raça.
Torcida que canta e vibra!!!

Defesa que ninguém passa.
Linha atacante de raça.
Torcida que canta e vibra
Por nosso alviverde inteiro,
Que sabe ser brasileiro,
Ostentando a sua fibra!

Link: http://www.youtube.com/watch?v=qkVFkPyg2n8



















1 comentários:

  1. palmeiras............sempre palmeiras..sou palmeirense sempre sou palmeiras..........

    ResponderExcluir

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *