27 janeiro 2010

Paraná Clube


O Paraná Clube é um clube social e de futebol brasileiro da cidade de Curitiba, capital do Paraná. Foi fundado no dia 19 de dezembro de 1989, nascido da fusão entre 2 times tradicionais do Paraná: Colorado e Pinheiros. Apesar da pouca idade, é um time de grande respeito no futebol nacional, pelos feitos que conquistou principalmente nos anos 90.

Em 1989, Colorado, que tinha a terceira maior torcida da capital, passava por dificuldades financeiras. Resolveu se fundir com o EC Pinheiros, que não tinha torcida grande, mas tinha administração muito boa. E dessa fusão nasceu o Paraná Clube. As cores do time foram o vermelho e branco do Colorado e azul do Pinheiros.

Onde começa a história do Paraná
Créditos: Site oficial do Paraná Clube

A primeira equipe foi feita com cerca de 50 jogadores do Colorado e Pinheiros, sendo treinada por Rubens Minelli, tri-campeão brasileiro pelo Inter (1975 e 1976) e São Paulo (1977). No seu primeiro campeonato paranaense chegou até as semifinais, sendo eliminado pelo Coritiba e pela colocação disputou a Série C no mesmo ano, sendo eliminado também nas semifinais.

Coxa 1 x 0 Paraná
Primeira partida paranista
Torcida do Paraná na partida

Em 1991 o Paraná chegou ao seu primeiro título estadual, em cima do Coritiba, após o empate em 1 x 1 no Couto Pereira. Na Série B chegou a terceira fase, mas acabou eliminado pelo Coxa, descontando a perda do título.

Campeão do Paraná em 1991

Na Série B de 1992 o Paraná mostrou mais uma vez que era a nova força do futebol, encarando vários adversários, tendo grandes partidas decisivas vencendo o Santa Cruz no Arruda e Vitória na Fonte Nova e ficando com o título brasileiro da Série B em 1992. Além do título, conseguiu pela primeira vez a vaga na elite do futebol brasileiro.

Jogou pela primeira vez a Copa do Brasil, eliminando o Democrata de Governador Valadares na primeira fase, mas parando na outra fase para o Grêmio.
Tricolor campeão 1992

No ano de 1993 o Paraná foi campeão estadual, liderando o quadrangular final. Na Série A fez uma campanha mediana, tendo estreado na elite contra o América-MG em casa, perdendo por 3 x 1. Nesses anos se destacavam no Paraná jogadores como o goleiro Régis, o meia Caio Júnior e o matador Saulo, ídolos do clube. Na Copa do Brasil saiu na primeira fase.

1994 mais um título estadual vencendo o Londrina na Vila Olímpica por 1 x 0, com mais de 15 mil pessoas e obtendo o bicampeonato do Paraná, terceiro título do clube.
Paraná campeão 1994

Em 1995 o tricampeonato veio após vencer o Coxa por 1 x 0 com gol aos 45 no segundo tempo, num Pinheirão com quase 30 mil pessoas, após ter empatado o primeiro jogo por 0 x 0. No Brasileirão fazia campanhas até boas, chegando a segunda fase.

Paraná campeão 1995

Em 1996 o Paraná vence as duas partidas sobre o Coritiba e é tetra no estado, confirmando sua excelente fase e também o grande trabalho feito pela então diretoria. O time também revelou o meia Ricardinho, que anos depois seria penta campeão mundial com a seleção brasileira de futebol.
Paraná campeão 1996

Em 1995 e 1996 o tricolor chegou as quartas da Copa do Brasil. Fez campanha mediana da Série A, em 14 lugar.

O grande time paranista deu ainda mais alegria para o seu torcedor acostumado a vencer. Ao vencer por 3 x 0 o União Bandeirante e foi penta campeão paranaense, com recorde de público da Vila Olimpica, mais de 17 mil pagantes.

Paraná penta campeão em 1997

Em 1998 chegou também as quartas da Copa do Brasil.

Em 1999 foi rebaixado no polêmico campeonato do ano, e no outro ano disputou a João Havelange, onde disputou o módulo amarelo (segunda divisão) e conseguiu ser campeão dele, em cima do São Caetano vencendo por 3 x 1. O Paraná acabou indo enfrentar os times da primeira divisão, eliminou o Goiás, mas foi eliminado pelo Vasco.

Em 1999 o time também chegou a final da Copa Sul, mas acabou perdendo por 1 x 0 Grêmio em um Pinheirão com 45 mil torcedores e também o título do torneio. Com o vice campeonato disputou a Commembol, indo até as quartas de final, eliminado pelo Talleres.

Em 2002 o Paraná por pouco não foi rebaixado, ficando um ponto a frente da rebaixada Portuguesa. Em 2003 porém o clube se classificou para a Copa Sul-Americana.

O Paraná não conseguia ser campeão no Paraná, mas ao menos se mantia na Série A, geralmente com boas médias de público. 2004 o time foi eliminado na primeira fase da Sul-Americana pro Santos. No mesmo ano lutou pra não cair no campeonato paranaense.

Em 2005 o Paraná foi mal no paranaense, mas conseguiu um 7° lugar no Brasileirão.

2006 foi um grande ano para o Paraná, após 9 anos de jejum venceu o campeonato paranaense, vencendo o ADAP na decisão, tendo mais de 25 mil pessoas no Pinheirão. Sul-Americana é eliminado pelo Furacão na 1° fase.

Campeão 2006
Paraná X ADAP


Na Série A mais glória, o time surpreende e o time dirigido pelo antigo jogador do clube Caio Júnior e após empatar com o São Paulo em 0 x 0, o tricolor acabou conquistando a inédita vaga na libertadores para 2007.

Em 2007 o Paraná perde a decisão do estadual para o Paranavaí, mas vai bem na libertadores, passando pelo Cobreloa na fase preliminar e se classificando na fase de grupos, mas acaba eliminado pelo Libertad nas oitavas.

Paraná x Cobreloa na liberadores 2007

No Brasileirão tristeza pra torcida paranista, o time começa muito bem a competição, mas teve uma queda de rendimento muito grande e acabou sendo rebaixado pra Série B, após perder de 3 x 0 para o Vasco na última rodada, tomando a maior goleada do torneio, perdendo de 6 x 0 para o São Paulo. Ao menos teve o artilheiro da competição, o atacante Josiel com 20 gols.
Paraná no BR 07

O time disputou a Copa do Brasil, e enfrentou o Inter nas oitavas, acabou vencendo por 2 x 0 na Vila Capanema, mas no Beira Rio foi goleado por 5 x 1.

Na Série B de 2008 e em 2009 lutou para não ser rebaixado e acabou no limbo, marcado pela administração ruim na gestão de Aurival Correia.
Paraná na Série B 2009


Mascote

Gralha Azul


Estádios


Vila Capanema

Nome: Estádio Durival de Britto e Silva
Local: Curitiba/PR
Capacidade: 20.083 pessoas
Inauguração: 23 de janeiro de 1947 Ferroviário-PR 1 X 5 Fluminense
Recorde de público: 24.303 pessoas 08/09/1968 - Atlético-PR 3 X 2 Santos
Primeiro Gol: Careca, Fluminense
Propriedade: Paraná Clube
Obs: Durival de Britto e Silva foi nomeado diretor-superintendente da Rede Ferroviária e responsável pela construção do estádio.

Vila Olímpica (Boqueirão)

Nome: Estádio Érton Coelho de Queiroz
Local: Curitiba/PR
Capacidade: 18.500 lugares
Inauguração: 7 de setembro de 1983, no jogo Pinheiros 1 x 0 Coritiba
Primeiro Gol: Toninho Vieira, Paraná Clube
Recorde de público: 17.926 pagantes, no jogo Paraná 3 x 0 União Bandeirante, em 08/06/1997
Propriedade: Paraná Clube
Obs: Érton Coelho de Queiroz foi presidente do Pinheiros.

Pinheirão

Nome: Centro Poliesportivo do Pinheirão
Local: Curitiba/PR
Capacidade: 28 mil pessoas
Inauguração: 15/05/1985 Seleção Paranaense 1 x 3 Seleção Catarinense
Primeiro Gol: Catatau, Seleção Catarinense
Recorde de público: 45.122 mil torcedores - Paraná 0 x 1 Grêmio 19 de abril de 1999
Propriedade: Federação Paranaense de Futebol

Hino

Autores: João Arnaldo e Sebastião Lima

Paraná já nasceste gigante
És o fruto de luta e união
Tens a força, o arrojo, a imponência
E o poder da realização

Nas três cores do teu estandarte
Tão altiva está a gralha azul
Que plantou neste solo tão fértil
Esta grande potência do sul

Refrão
Meu Paraná... meu tricolor
Teu pavilhão simboliza
Em cores tão vivas
A garra e o amor

Meu Paraná... meu tricolor
Eu sou a camisa doze
Que tanto te ama
Sou teu torcedor

II
Tua origem coberta de glória
É que faz teu imenso valor
Teu destino é vitória, vitória
Salve o meu esquadrão tricolor

Paraná és guerreiro valente
E do esporte a maior razão
Verdadeira alegria do povo
Paraná clube do coração

Refrão
Meu Paraná... meu tricolor
Teu pavilhão simboliza
Em cores tão vivas
A garra e o amor

Meu Paraná... meu tricolor
Eu sou a camisa doze
Que tanto te ama
Sou teu torcedor

Link: http://www.youtube.com/watch?v=x1aufFvTZ4c



9 comentários:

  1. Respostas
    1. xupa minha rola coxa cuzão

      Excluir
  2. e de decepcionar uma coisa dessa
    era um time bom e grande e agora virou numa bosta na serie B do estadual .
    rrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr...

    ResponderExcluir
  3. quem faliu o time foi aquele safado do prof. MIranda, roubou todo o dinheiro do clube, rebaixou o time e agora tá lá ganhando rios de dinheiro na pousada gigatesca que ele montou as custas do tricolor...

    ResponderExcluir
  4. vai toma no cu ,o cara fika falando bostaa aee... pra quem num sabe, a pousada é de 1991, MIL NOVECENTOS E NOVENTA E UM. o Prof. Miranda dirigiu a equipe entre 2004 e 2007 DOIS MIL E QUATRO A DOIS MIL E SETE. Enquanto ele dirigiu o clube, saiu de um jejum de NOVE anos sem um paranaense, e ainda levou o clube as duas melhores colocações da história, sendo uma delas levando o Paraná à Libertadores, e largou o time, por problemas de saúde, quando a equipe ainda estava na 15° colocação do campeonato, quando o clube foi assumido pelo Aurival Corrêa. Quem não sabe fala merda, é assim mesmo...

    ResponderExcluir
  5. sou coxa e dou o cu

    ResponderExcluir
  6. TE AMO PARANÁ CLUBE! VAMOS SAIR DESSA!

    ResponderExcluir
  7. Esse ano vamos subir para a Elite do futebol brasileiro aonde nunca deveria ter saido!!! Pra cima deles Tricolor!!!

    ResponderExcluir

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *