21 dezembro 2009

Guarani Futebol Clube




O Guarani Futebol Clube é uma agremiação esportiva da cidade de Campinas, em São Paulo. Foi fundado no dia 2 de abril de 1911 e é muito famoso pela alcunha de bugre.

Fundação do Guarani

Em março de 1911, alguns adolescentes da classe baixa e média começaram a idealizar a fundação de mais um clube de futebol na cidade. Mas esse não haveria de ser apenas "mais um".

Os estudantes do Gymnasio, Pompeo de Vito, Vincenzo (Vicente) Matallo e seu primo Hernani Felippo Matallo, depois de uma reunião sobre a Praça Carlos Gomes, passaram a contatar amigos e parentes para que aderissem à nova agremiação.

Hoje a Praça Carlos Gomes é uma das mais belas praças públicas de Campinas, porém naquela época era um grande terreno com grama, cercado de palmeiras imperiais.

Os jovens invadiam a praça para jogarem futebol. O nome Carlos Gomes, dado à praça, foi uma homenagem da cidade ao grande maestro e compositor campineiro Antônio Carlos Gomes. Il guarany obra mais famosa do compositor, foi baseada num romance homônimo escrito por José de Alencar, que narrava a estória de um índio da nação Guarany que se apaixona pela filha de um fidalgo colonizador.

Em 1º de abril de 1911 ocorreu a reunião da fundação, no qual compareceram doze jovens, sendo que dois eram italianos: Vicente Matallo (18 anos) e Antonio de Lucca (16). Outros eram filhos de imigrantes italianos: Pompeo de Vito (15 anos), seu irmão Romeo Antonio de Vito (16), Angelo Panattoni (16), José Trani (16), Luiz Bertoni (19), José Giardini (18), Miguel Grecco (17), Julio Palmieri (16) e Hernani Felippo Matallo (16). E Alfredo Seiffert Jaboby Junior (18) era o único de família oriunda da Alemanha.

Depois de muita discussão em relação ao nome do clube, foi aprovada a proposta de José Trani de “Guarany Foot-Ball Club”, em homenagem à obra mais conhecida do maestro Carlos Gomes, que dava nome à praça onde se reuniam anteriormente. E as cores do time foram compostas pelo verde e branco, que fazem alusão à luz do ia que os iluminava e ao gramado sobre o qual se sentavam, sendo sugestão de Romeo de Vito. E estabeleceu se também uma mensalidade de 500 réis.

Alias, foi eleita uma diretoria provisória, com Vicente Matallo como Presidente do clube.

Porém havia um detalhe aquele dia era conhecido como "dia da mentira", e para evitar gozações futuras, decidiram que o clube passaria a existir a partir do dia seguinte, ficando estabelecida à data de fundação como 02 de abril de 1911.

Fonte: site oficial do Guarani


Fundadores do bugre


O primeiro jogo do Guarani ocorreu em 18 de junho de 1911 contra o Sport Club 15 de Novembro que conquistou a vitória por 3 a 0.

Em 1916 criaram uma nova liga com o nome de Associação Campineira de Foot-Ball, que organizou um campeonato campineiro. O Guarani acabou sendo campeão desse torneio.


Guarani em 1917
Créditos: Planeta Guarani

Vendo a sua superioridade em Campinas, na década de 20 o Guarani entrou para APEA (Associação Paulista de Esportes Athleticos).

Em 1923 foi inaugurado o estádio do Guarany, conhecido como pastinho. A inauguração foi contra o Paulistano e a vitória desse evento foi do Guarani, com um gol marcado por Zéquinha a quatro minutos do final da partida.
Inauguração do pastinho
Créditos: Planeta Guarani

Inauguração do pastinho
Créditos: Planeta Guarani

Foi Campeão Regional em 1926 e incluído na Divisão Principal do Campeonato Paulista da APEA em 1927 até 1931, sempre com honrosas classificações.

Jogo no pastinho na década de 1930

Guarani em 1930
Créditos: Planeta Guarani


Em 1932 saiu da liga por não concordar com a implantação do profissionalismo e voltou pra liga campineira, onde foi campeão.

Os Campeonatos Amadores do Interior retornaram em 1942, e agora o Guarani organizava a Federação Paulista de Futebol onde conquistaram o vice em 1943, e finalmente conquista em 1944 o Campeonato do Interior, ou seja, o primeiro clube do interior a ter esse título.

Ocorre nessa época o acirramento da rivalidade com a Ponte Preta.

Em 1947 o presidente da Federação Paulista de Futebol, Roberto Gomes Pedrosa, implanta o profissionalismo, criando o campeonato paulista da primeira e segunda divisão.

Em 1949 o Guarani vence o Batatais por 2 x 1 na Rua Javari e consegue o título da segunda divisão e também o acesso para elite de São Paulo.

Em 1953 voltou a ser campeão campineiro. Nessa época também ocorre a construção do estádio Brinco de Ouro da Princesa, feito pelo dinheiro dos próprios torcedores do Guarani e também a demolição do antigo estádio Pastinho. O novo estádio acabou sendo inaugurado em uma partida contra o Palmeiras em que o bugre campineiro venceu por 3 x 1, com o meia-direita bugrino Nilo fazendo o primeiro gol do estádio.

Em 1954 o bugre cedeu o primeiro jogador para a seleção brasileira, Fifi, que participou do Campeonato Sul-Americano Juvenil.

Em 1957 o bugre voltou a ser campeão campineiro.

Em 1960 ocorre a maior goleada no clássico de Campinas em que o bugre venceu a Ponte por 6 x 0.

Guarani 6 x 0 Ponte Preta
Créditos: Planeta Guarani

Em 1963 o Guarani teve pela primeira vez atletas convocados para uma Seleção principal: Tião Macalé, Oswaldo, Amauri e Hilton, que jogaram o Campeonato Sul-Americano daquele ano

No ano de 1964 o Guarani faz uma excursão a Colômbia, vencendo 11 partidas, empatando 4 e perdendo apenas 2 partidas.

Excursão a Colômbia em 1964
Créditos: Planeta Guarani

Os primeiros troféus da era profissional também surgiram naqueles anos: os Torneios-Inícios dos Campeonatos Paulistas de 1953, 1954 e 1956, a Taça dos Invictos da Gazeta Esportiva em 1970 e a Taça Almirante Heleno Nunes (referente à conquista do primeiro turno do Campeonato Paulista) em 1976.

Em 1973 estreou na elite do futebol brasileiro empatando em 1 x 1 com o Nacional em Manaus. Ao fim da primeira fase classificou-se ficando em 12° lugar, mas foi eliminado na segunda fase.

Em 1974 disputou novamente a elite e acabou eliminado só na fase semi-final.

No Campeonato Brasileiro de 1978 o Guarani se classificou na primeira fase do torneio e de quebra meteu a maior goleada do torneio, 7 x 0 em cima do Itabuna.

Guarani 7 x 0 Itabuna - 1978
Créditos: Planeta Guarani


O time alviverde conseguiu ir para a terceira fase e lá se classificou com o Inter. Nas quartas o time de Campinas eliminou o Sport.

Guarani 4 x 0 Sport
Créditos: Planeta Guarani

Na semi-final o Guarani eliminou o Vasco da Gama vencendo no Rio de Janeiro por 2 x 1 e se classificando pra inédita final.

Vasco 1 x 2 Guarani
Créditos: Planeta Guarani

Na final o time enfrentou o Palmeiras e acabou conquistando o título de campeão brasileiro após vencer as duas partidas, e sendo assim o time do interior a ser campeão do torneio.
Na equipe se destacaram grandes jogadores como Careca, Zenon, Renato "Pé Murcho" e o técnico Carlos Alberto Silva.

Guarani na final do Brasileirão

Time Base do Guarani


Em 1979 o Guarani estreou na Copa Libertadores vencendo o Alianza Lima por 3 x 0 no Perú e conseguiu a inédita classificação pra segunda fase do torneio, mas acabou não se classificando.

No ano de 1981 o Guarani fez uma boa campanha na taça de prata (equivalente a segunda divisão do Brasil), e após ficar em segundo lugar no grupo na segunda fase do torneio se qualificou para as semi-finais (o campeão do grupo, o Palmeiras, foi para a elite) e lá eliminou o Comercial-MS e na final derrotou a Anapolina e se sagrou campeão da Série B daquele ano.

Guarani campeão da Taça de Prata em 1981

Em 1982 o Guarani foi vice do Torneio dos Campeões.

No ano de 1986 o Guarani fez uma boa campanha no campeonato brasileiro e chegou a final. No jogo decisivo o Guarani perdeu o título nos pênaltis para o tricolor em pleno Brinco de Ouro.

Em 1987 o Guarani novamente chegou a final só que perdeu pelo Sport que foi o campeão da segunda divisão, após vencer o bugre no Recife por 1 x 0. No final a CBF exigia que Internacional e Flamengo disputassem o título brasileiro com Sport e Guarani, mas eles se recusaram e pela CBF o Sport é declarado campeão e o Guarani vice, mas essa história até hoje gera polêmicas, sendo que o Flamengo e Sport são considerados campeões do torneio, mas em 1988 Guarani e Sport jogaram a libertadores.

O time também disputou a sua segunda libertadores em 1987, mas acabou eliminado na primeira fase.

Guarani em 1987 em partida contra o Sport

No ano de 1988 o Guarani chegou a final do campeonato paulista, mas acabou sendo derrotado pelo Corinthians, após dois empates.
Em 1988 também disputou pela terceira vez na história a libertadores e acabou indo pra segunda fase da liberadores, mas acabou eliminado pelo San Lorenzo da Argentina. No Brasileirão acabou eliminado na primeira fase, porém não rebaixou.

Nos anos 90 o time fez campanhas medianas em vários campeonatos, não sendo uma década gloriosa como foram os anos 70 e 80 para o clube campineiro.

Em 2001 o bugre fez uma campanha muito fraca e acabou sendo rebaixado no campeonato paulista, juntamente com o Mogi Mirim e fez uma campanha mediana no brasileirão.

Com adminstrações ruins se segurou na elite até o ano de 2004, quando acabou caindo para segunda divisão nacional, sendo que no ano de 2006 chegou ao fundo do poço, quando caiu para a Série C, e pra completar o ano ruim de 2006 o time ainda rebaixou novamente no estadual.

Em 2007 não conseguiu o acesso a série B, mas pelo menos garantiu o seu retorno a elite do futebol paulista.

No ano de 2008 o time se salvou na última rodada do rebaixamento no campeonato paulista após vencer em casa o Rio Preto.
Na Série C o bugre fez uma excelente campanha, e após vencer a Águia de Marabá por 2 x 1 em casa voltou ao segundo escalão brasileiro após 2 anos de ausência, e ainda por cima foi vice campeão da competição.

Time que conseguiu o acesso a série B em 2008


Em 2009 o time foi novamente rebaixado para a série A-2 no campeonato paulista, após uma campanha no mínimo ridícula para um time que acabara de subir para a segunda divisão nacional.
Na Série B poucos acreditavam no bugre, viam como um candidato ao rebaixamento, mas o final teve outro fim totalmente distinto: o bugre com uma campanha excepcional, ficando o campeonato inteiro no grupo de acesso conseguiu a vaga na elite, mesmo perdendo para o Bahia em Salvador por 2 x 0, e ainda ficou com o vice campeonato do torneio.

Guarani x Duque de Caxias em 2009

Torcida do Guarani na Série B de 2009

O ano posterior começou ruim para o Bugre, passando aperto na Série A-2, lutando contra o rebaixamento, mas se salvando da degola.

Escudos

Escudos do Guarani
Créditos: site oficial do Guarani Futebol Clube

Mascote

Índio


Estádio Antigo


Estádio Pastinho

Nome: Estádio do Guarany
Local: Campinas/SP
Capacidade:
Inauguração: 15/07/1923, no jogo entre Guarani 1 x 0 Paulistano
Demolição: 1953
Recorde de público:


Estádio atual

Brinco de Ouro

Nome: Estádio Brinco de Ouro da Princesa
Local: Campinas/SP
Capacidade: 32.453 pessoas
Inauguração: 31/05/1953 no jogo Guarani 3 x 1 Palmeiras
Recorde de público: 52 mil pessoas no jogo Guarani 2 x 3 Flamengo - 15/04/1982
Primeiro gol: Nilo, do Guarani
Propriedade: Guarani Futebol Clube
Obs: a denominação do estádio ocorreu quando o jornalista João Caetano Monteiro Filho, que estava presente na apresentação de sua maquete, surpreendeu a todos comparando seu formato a um brinco e associou ao "apelido carinhoso" da cidade de Campinas (Princesa D'Oeste).

Hino

Composição: Oswaldo Guilherme

Eu levo sempre comigo
Em todo campo que eu vou
A bandeira do verde e branco
Símbolo do torcedor.

Brinco de ouro, a nossa taba
Construímos com devoção
Nossa família bugrina
Tem raça e tradição.

Refrão
Avante, avante meu bugre
Com fibra e destemor
A cada nova jornada
Guarani é mais amor.

Avante, avante meu bugre
Que nós vibramos por ti
Na vitória ou na derrota
Hoje e sempre guarani.

Link: http://www.youtube.com/watch?v=0LxO3Cu7GmI


Vídeos

Compacto Palmeiras 0 x 1 Guarani, final do Brasileirão de 1978 - http://www.youtube.com/watch?v=S5IKdrWpSww

Final 1978 Guarani 1 x 0 Palmeiras - http://www.youtube.com/watch?v=qDWWV9RkGpU

Final taça de prata 1981 Guarani 1 x 1 Anapolina - http://www.youtube.com/watch?v=gAOgYfmx3w8

Guarani 6 x 1 Universitário-PER libertadores 1979 - http://www.youtube.com/watch?v=lLnNGYduqSk

Guarani 2 x 0 Alianza Lima libertadores 1979 - http://www.youtube.com/watch?v=HcUy9QhV1PE

Guarani 2 x 1 Águia de Marabá, acesso do Guarani em 2008 - http://www.youtube.com/watch?v=anOCU0pJtZE&feature=related

Guarani 2 x 1 Juventude Série B 2009 - http://www.youtube.com/watch?v=gkp-IJ4SwoM

História Guarani de 1911 a 2008 - http://www.youtube.com/watch?v=WsC3PQHT3kM














































2 comentários:

  1. CHUPA ESSA MANGA GUARANI TIME FILHO DA PUTA,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.............................................................................................

    ResponderExcluir
  2. time filha da puta eo teu caraiosauhauwhuahushuawhushawu HSG

    ResponderExcluir

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *